terça-feira, 24 de maio de 2011

UCRÂNIA, UMA VERGONHA !!!

Caro Leitor:

Veja o que acontece quando um cidadão, patriota, denuncia um governo acusando-o de submissão à Rússia comunista com o objetivo de russificar e comunizar toda a Ucrânia.

Isso está acontecendo na Ucrânia onde o atual governo serve à Russia com LEALDADE CANINA visando ressuscitar a antiga URSS, só que com outra denominação: Movimento Eurasiano o qual visa expandir e implantar o comunismo, primeiro no Leste Europeu e depois no resto do mundo.

As cenas e o vídeo que você verá a seguir não é um julgamento, mas uma demonstração do que pode acontecer àqueles que ousarem interpor-se ao projeto comunista ! Isso é um ASSASSINATO lento e gradual !!!

É assim que os COMUNISTAS agem. Por meio do TERROR. Eles não querem convencê-lo à adesão, mas paralisar a sua mente, ou seja, NEUTRALIZÁ-LO.

Não são humanos, são SÚDITOS DE SATÃ !!!

O Editor.


Foto 1 - Lutsenko numa jaula no Tribunal do Juri - 23-05-2011

Foto 2 - Lutsenko numa jaula no Tribunal do Juri - 23-05-2011

Foto 3 - Lutsenko numa jaula no Tribunal do Juri - 23-05-2011



video
Lutsenko e esposa no Tribunal do Juri - 23 de maio/2011


video
Entrevista de Lutsenko no Tribunal do Juri - 23 de Maio/2011 (ao fundo ouvem-se vozes de protesto contra a prisão e a falsa acusação contra Lutsenko)


23.05.2011 - Sessão de julgamento de Lutsenko. Ele foi acordado antes das 5h00min da manhã e em seguida levado do hospital ao Tribunal. Segundo a esposa, ela pediu ao juiz de instrução pela visita dos filhos ao pai. Então o juiz visitou Lutsenko e disse que sim, desde que ele, Lutsenko denuncie, em algum assunto, Yúlia Tymoshenko. Lutsenko pede pelo tribunal do juri o que é negado. A procuradoria não vê motivos para fechar o processo. Lutsenko continuará preso. O tribunal de jurados não é previsto pelo código de processo penal, neste caso. A vez do Lutsenko apresentar sua defesa é às 13h50min, Está fraco, procura apoio várias vezes. Ele está dentro de uma verdadeira jaula, dentro da sala do tribunal, como se fosse um bandido perigoso. Ele culpa Renat Kusmyn pela vingança política. Os juízes se retiram. Os advogados e os jornalistas são afastados da sala. Quando os juízes voltam eles não estão mais presentes. Lutsenko ainda disse que vai interromper a greve de fome porque o que ele quis provar já está provado: não houve  justiça nesta sala, não há justiça. Então ele precisa de sua saúde. É levado do tribunal, não mais para o hospital mas para cela isolada na prisão onde esteve antes da fraqueza ocasionada pela greve de fome.

Estiveram presentes na sessão os embaixadores da Suécia e Finlândia.

Yulia Tymoshenko vai ao encontro dos líderes da União Européia procurar soluções.

Tradução: Oksana Kowaltschuk

Nenhum comentário:

Postar um comentário