quarta-feira, 27 de abril de 2011

DEPUTADOS NA UCRÂNIA

Vejam como votam os parlamentares na Ucrânia. Este é um "grande" exemplo de ética na política e lisura de caráter daqueles que se colocam na "defesa" dos "interesses" do povo. Pobre povo! Pobre nação!

video
Você não acredita? Então assista mais um pouquinho no vídeo seguinte.

video
É possível confiar em parlamentares assim?


video
Dez minutos e trinta e cinco segundos de exemplos de "virtude" e demonstração como se EMPULHA uma nação ! Não importa o sexo!!!


Tyzhden (Semana), 06.04.2011
Roman Malko

Caso de pianistas do Parlamento sob ameaça
O verdadeiro talento não se esvai, não se esconde com a investidura no Parlamento. Quem nasceu para jogar, vai fazer isso sob quaisquer condições.
O presidente dá o sinal. Os reforçados senhores, e as apresentáveis titias, com rapidez de movimentos devem, rapidamente, apertar os "botões", de seus ausentes amigos, e bem, para que o voto seja contado, e a orquestra execute a música previamente determinada.

A um mês atrás, na sessão do Parlamento ukrainiano encontravam-se vários deputados europeus que, admirados e escandalizados, fotografavam e comentavam. Depois do "espetáculo", durante alguns dias houveram planejamentos para introdução de um novo sistema eletrônico para votação. Mas, o novo sistema "Conselho 3" revelou-se primitivo demais para execução de "apreciadas melodias". Então, para que sua introdução?

Mas, como "nada é eterno debaixo do sol", de acordo com inúmeros pedidos de jornalistas e comunidade em geral, milagrosamente o Conselho Superior concordou em publicar, a partir de 06.04.2011, no site oficial, a lista de presença dos deputados.

A lista de presença pode levar ao desconto dos vencimentos. O desconto nos vencimentos pode não assustar já que o vencimento não é único . . .  E também não significa que será preciso ficar sentado o tempo todo na sala somente para apertar o tal botão já que existem outros locais bem mais interessantes. Por exemplo, o bufê, onde, além de degustar algo gostosinho, pode-se tomar um conhaque e, também dar um beliscãozinho no músculo trazeiro de alguma jornalista.

Mas, há ainda a esperança do sistema "Conselho - 3" que foi para revisão, na intenção de ficar esquecido, venha a ser implantado. O presidente do Parlamento, Volodymyr Lytvyn, fragilizado por suspeitas relacionadas com o assassinato do jornalista H. Gongadze, queira reabilitar o seu conceito perante a comunidade e fazer algo de bom destruíndo o "coro" de pianistas no Parlamento, e ao mesmo tempo causar um duro golpe em seus pares, na despedida.

Tradução: Oksana Kowaltschuk


Nenhum comentário:

Postar um comentário