quinta-feira, 5 de julho de 2012

DEGRADAÇÃO NO PARLAMENTO UCRANIANO

Degradação e tramóia no parlamento ucraniano
--------------------------------------------------------------

De acordo com a lei, ou não, aprovamos tudo o que queríamos.
Ukrainska Pravda (Verdade Ukrainiana), 03.07.2012

No Parlamento ukrainiano novamente violaram os procedimentos legais.

O "speaker" Lytvyn (que é governista, mas por alguma razão não enfrenta a oposição neste quesito) sumiu. A sessão estava sob a direção do deputado Martyniuk que, de surpresa, fez a inclusão extraordinária, na ordem do dia, do projeto de lei que trata sobre os idiomas das minorias e que na verdade vai beneficiar o idioma russo em prejuízo dos ukrainianos, para aprovação em segunda leitura. Com 219 votos não houve aprovação. Martyniuk propôs a análise da questão à ordem do dia e se a questão deveria ser incluída na ordem do dia. Como é fácil de perceber, a explicação não se referia à aprovação do projeto mas apenas se ele deveria ser incluído na ordem do dia. 248 deputados votaram pela inclusão, e rapidamente foi anunciada a aprovação do projeto do idioma e encerrada a sessão. O projeto foi considerado aprovado na íntegra, sem discussão das mais de duas mil emendas, sem parecer da comissão. Tudo aconteceu em segundos. E, os governistas ainda se vangloriavam com o resultado.

Manifestando satisfação pela aprovação do projeto o deputado regional Chechetov disse: "Avalie a beleza do jogo. Nós os conduzimos como gatinhos. Eu não sei o que eles farão nas eleições." Vadym Kolesnichenko, um dos autores do projeto também externou sua satisfação com a votação. "Nós não demos possibilidade à imprensa espalhar este assunto com a pergunta se haverá ou não a aprovação desse projeto. Vocês queriam briga? Nós não permitimos". - disse ele.

"Mas nós temos o estenograma fotografado onde está claro que a terceira questão não foi colocada para aprovação do projeto de lei, mas apenas para sua inclusão na ordem do dia", - disse o deputado oposicionista Ivan Stoiko. (E vão mostrar esse estenograma para quem??? - OK).

Além disso, deputados e jornalistas perceberam que do site do Parlamento "sumiu" o resultado da primeira votação sobre a introdução do projeto de lei na ordem do dia, e que conseguiu apenas 219 votos.

Enquanto isso, de várias regiões ja começaram sair ônibus com pessoas que desejam participar de manifestações, a favor do idioma ukrainiano, em Kyiv (notícia no jornal do dia 04.07 aos 37 minutos). Infelizmente, também já chegou a informação que o DAI (Departamento Estatal de Inspeção de Transportes) está parando os ônibus. Já pararam os ônibus provenientes de Kharkiv, Vinnytsia e Lviv.

Em Kyiv, cinco deputados iniciaram greve de fome.

Dia 04.07.2012

Próximo a Ukrainskyi Dim" (Casa Ukrainiana) acontece confronto entre o deslocamento especial do "Berkut" e participantes da ação em defesa do idioma ukrainiano. Neste local deverá realizar-se uma conferência de imprensa do presidente Yanukovych. Então o "Berkut" está afastando os participantes da manifestação. O presidente teria que entrar pelos fundos, mas acabou desistindo da conferência. "Berkut usa gás lacrimogêneo contra os manifestantes. Alguns manifestantes também usam gás lacrimogêneo contra "Berkut"

Ações populares de defesa do idioma ukraniano acontecem em Lviv, Ivano-Frankivsk, Poltava, Odessa, Kharkiv, Cherkas, Donetsk, Dnipropetrovsk.

 
Resumo e tradução: Oksana Kowaltschuk
Imagens: Ukrainska Pravda


video



Força policial para repreensão às manifestações de protesto contra a manipulação do Parlamento
População utiliza gás lacrimogêneo contra policiais

Nenhum comentário:

Postar um comentário